Um homem de sorte - Nicholas Sparks



Sinopse:


“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.”
“Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar."


Minha Opinião:

Um Homem de Sorte de Nicholas Sparks, é um romance delicado com uma temática forte sobre o poder do destino na vida das pessoas e sobre ciclos que se completam.

Em um plano geral eu gostei do livro, principalmente do Thibault. Achei uma linda história de amor, um amor real, sem maiores dramas ou enrolação para se realizar, com sentimentos que nasceram e cresceram de uma forma natural, de maneira leve e suave, com a convivência, apesar da história começar de um jeito inusitado e ter tido uma ajudinha (ajudona) do destino, que digamos, que deu o "pontapé inicial" em tudo.

(Atenção possível spoiler no parágrafo abaixo, peço que aqueles que forem ler evitem tirar conclusões precipitadas! ^~ )



A única coisa que eu não gostei foi da morte de um personagem no final, que em minha opinião, fez o grande objetivo da reunião dos personagens, indicado pelo autor, perder o sentido, fiquei totalmente frustrada, sem entender ou mais bem concordar, com a lição de moral final passada na trama, apesar de ter gostado do resto do final e do livro, essa parte foi super anticlímax, e acho que poderia (e deveria) ter terminado de uma forma melhor.


Mas acima de tudo, achei Um homem de sorte um livro romântico e doce, não é um dos melhores livros do autor mas é uma obra bonita e tocante.

Você pode ler as outras resenhas que fiz dos livros de Nicholas Sparks clicando aqui.

5 comentários:

  1. Não sei....eu fiquei super é contente com a morte dessa pessoa! Bicho idiota ¬¬ odiava esse personagem e ele só se redimiu ao morrer! O livro é super fofo, eu amo Nicholas Sparks e já li esse livro duas vezes, então deu pra entender o amor que sinto né... Recomendo muito esse livro. E que o filme venha logo!!! \o/

    ResponderExcluir
  2. @cristiane Oi Cris!

    Eu tbm detestava ele e acho que no final a ação dele fez ele se redimir, mas acho que justamente por isso ele deveria continuar vivo pra vermos ele mudado, sabe? Acho que como foi frisado pelo Nicholas que ele era o principal motivo de tudo, acho que faria mais sentido se ele vivesse pra desfrutar (e todos que o cercavam tbm) desse arrependimento. Foi por isso que eu não gostei desse desfecho rs.
    Obrigada pelo comentário, adorei saber sua opinião e obrigada tbm por sempre acessar o blog e comentar, adoro ver seus comentários! <3

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafa!
    Eu adorei o livro mas também achei que o final poderia ser melhor elaborado, a morte do vilão é uma solução muito simplista, e o último capítulo foi corrido demais.
    Beijos...Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  4. @arquivopassional.com Concordo totalmente Elis, o livro é bom e bem bonito, mas poderia ter sido mais bem desevolvido, pareceu meio corrido mesmo, sei lá rs.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Achei o livro simplesmente lindo, muito bem desenvolvido, 'com os pés na realidade', em relação ao final, poderia ter outro final ao personagem ? sim poderia, mais o que eu entendi que o Livro quis passar é que independente de ele ter se redimido no final ou não, suas atitudes (em relação à discussão momentos antes do Bem correr para a casa da arvore durante a tempestade) geraram consequências e afinal só se redimiu por estar à beira da morte, quem garante que iria se redimir, afinal era uma pessoa digamos 'poderosa' naquela cidadezinha.. e senti que o autor quis passar que naquele momento era a vida de Bem ou a de seu pai, onde mostrou o Logam tentando salvar o pai de Bem, oque não foi conseguido porque ele estava se debatendo .. enfim, O Livro quis mostrar a realidade, e não aquilo de.. 'todos ficaram felizes para sempre'
    * é o que eu penso, Nicholas Parks passou a mensagem que Cada ato gera uma Consequência..
    -Nunca me desaponto com seus livros, são simplesmente perfeitos, é um momento em que acreditamos que vale a pena viver, mesmo que não seja como nos contos de fadas rs, e cada vez que leio seus livros .. Parece que abastece meu coração de Esperança de que nesse mundo tão cruel aconteça essas coisas.. destino, se apaixonar, Viverem felizes para sempre.. :)

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela