A Ascensão da Meia-Noite - Lara Adrian




Sinopse:

Em um mundo de sombras e escuridão, o desejo é a arma mais mortífera…

Para a jornalista Dylan Alexander, o que começa como a descoberta de uma cripta oculta acabará se transformando em uma espiral de violência e mistério que colocarão sua vida em perigo. Mas nada é mais perigoso do que o homem ferido e extremamente sedutor que emerge das sombras para carregar Dylan e um mundo sombrio…
Irado por causa de uma traição, Rio é um guerreiro que empenhou a vida na luta contra o exército de Renegados. Ele não permitirá que nada atrapalhe seu caminho – muito menos uma mortal que pode pôr em perigo a existência da Raça, ameaçada agora por um sombrio mal que despertou de sua letargia eterna.
Repentinamente, Dylan não consegue mais resistir ao toque de Rio, e descobre que eles estão unidos por laços fortes. Ela deverá escolher: deixar o reino da meia-noite ou arriscar tudo o que tem por esse homem que lhe mostrou o verdadeiro sentido da paixão e os infinitos prazeres do coração…


Minha Opinião:

A Ascensão da Meia-Noite é o quarto livro da série Midnight Breed escrita por Lara Adrian e cujo protagonista desse quarto volume é o guerreiro Rio que depois de tanto sofrimento desde que quase não escapou da morte e sofreu ferimentos terríveis que causaram sequelas e cicatrizes no primeiro livro da série, O Beijo da Meia-Noite, finalmente consegue ter seu final feliz e seu par romântico é a jornalista Dylan Alexander.

Rio sofreu muito durante esse tempo de recuperação, algo que a autora vem mostrando desde os acontecimentos dramáticos do primeiro livro, e por isso eu torci muito para que ele de fato melhorasse (porque ficar completamente curado talvez seja impossível ou pelo menos, algo que vai demorar muitos anos), portanto, foi com alegria que vi através do passar das páginas desse livro a evolução do personagem.

O que eu achei mais legal foi que a Lara não fez tudo acontecer de repente: o Rio foi melhorando aos poucos tanto fisicamente quanto emocionalmente e mentalmente, afinal a traição que ele sofreu estilhaçou sua alma, e essa evolução lenta também se deu com o romance; o envolvimento dos dois, Rio e Dylan (cuja a única característica que me irritou foi sua teimosia, mas fora isso gostei muito dela, principalmente da sua força e coragem) aconteceu devagar, o que eu acho que foi a atitude certa tomada pela autora; Rio depois de tudo o que passou com a antiga Companheira dele JAMAIS poderia se apaixonar por alguém de uma hora para outra, além irreal e desnecessário, seria algo completamente forçado e sem sentido.

A Lara foi muito sensível ao abordar esses dois pontos de forma lenta e constante, dentro do que o tamanho do livro permitia (já que não é um livro grosso: 360 páginas), tanto que quando tudo chega ao ápice - tanto a história de amor deles, quanto os desdobramentos da guerra, com uma sequência de ação cheia de adrenalina - e depois se resolve, o livro termina de maneira perfeita.

Eu realmente adorei esse volume da MB, achei muito bonito e bem agitado, um dos melhores da série até agora sem dúvida, aliás, a cada livro que passa essa série em vez de dar uma caída como é comum acontecer em livros de séries, principalmente as longas, vai ficando cada vez melhor.
O próximo é o livro do Nikolai e eu já vou guardando fôlego para quando for ler ele, rs. *_*

Você pode ler as resenhas dos outros livros da série, clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela