Príncipe Rebelde - Barbara Cartland




Sinopse:

Theola chegou à Kavónia acompanhando sua prima, que estava destinada a casar-se com o rei Ferdinand. Mas o destino colocou Alexius Vasilas em seu caminho. E, com ele, uma paixão avassaladora que iria transformar a vida de Theola para sempre!


Minha Opinião:

Príncipe Rebelde é a segunda história da autora Barbara Cartland que pertence a edição especial Os Diamantes de Barbara Cartland - do qual já falei aqui no blog em minha resenha sobre a primeira história, Anjo Travesso, que você pode ler clicando aqui e também em minha resenha sobre a terceira história, A Magia do Oriente, que você pode conferir clicando aqui - e é sem dúvida a melhor das três.

É até um pouco difícil comentar sobre ela pois chego a me atrapalhar um pouco na escolha das palavras, porque os adjetivos são tantos e a história é tão boa que o entusiasmo me deixa sem saber direito quais delas escolher sem cair no exagero. Bem, vamos lá.

A autora mais uma vez primou pelos detalhes históricos e descrições narrativas de forma delicada e fiel. A ambientação histórica dos personagens, fatos, lugares e datas, eu ousaria dizer que é a mais perfeita das três.
A história é indubitavelmente um romance mas não fica só nisso; tem muitos elementos de ação e aventura, um pouquinho de drama e suspense e um pano de fundo político bem interessante pois Theola chega à Kavónia quando está prestes a "estourar" uma revolução.

O par romântico é perfeito junto; Alexius é um príncipe, nos dois sentidos da palavra, além de um líder nato e muito justo, muito educado, gentil, respeitoso, cortês, um cavalheiro e quando apaixonado, fiel ao extremo, devotado e muito carinhoso. Theola é delicada, feminina mas muito forte, decidida e inteligente, além de solidária, justa, honrada e carismática; a única qualidade que eu acho que ela tem em comum com a Tilda da história anterior, Anjo Travesso, é o fato das duas serem determinadas (e no caso da Tilda até um pouco teimosa) e sonhadoras (só que a Theola é muito mais "pé-no-chão" e prudente), só isso porque as duas são muito diferentes; Theola é beeeeeeem mais madura (também pelo tanto que ela já sofreu, mesmo sendo tão jovem...).

Príncipe rebelde é uma história bem mais madura e como consequência mais sofrida, mais sóbria, mais ousada (dentro dos padrões de Barbara Cartland, claro) e com alguns trechos até um pouco mais pesados. Mas é linda demais!!! Uma das mais lindas histórias que eu já li! *suspira*
Eu sou completamente apaixonada por ela.
Certa vez, eu comentei sobre essa história, sobre como ela me marcou e foi uma das grandes contribuintes para o início do meu amor pelos livros, se quiser você pode ler a resenha (que é de outro livro) onde eu comentei sobre isso, aqui.

Dentro em breve a resenha sobre a terceira e última história desta edição, A Magia do Oriente, aguarde.

Atualização: Você pode ler a minha resenha da terceira história clicando aqui.

2 comentários:

  1. Ei Rafa, adorei a resenha. Eu adoro os livros da Barbara, justamente porque são fofos, e geralmente com os dois protagonistas fortes. E adoro mocinhas pé no chão!!!
    Tenho uma tag pra você, espero que goste
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2013/07/tag-17-complete-frase.html
    bjus

    ResponderExcluir
  2. Legal, vou procurar pra comprar!

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela