Amor Invertido - Maximiliano Souza




Sinopse:

Diego tinha uma vida tranquila e cheia de sonhos quando veio para São Paulo estudar. O que ele não sabia é que ao se mudar para o apartamento da irmã, acabaria se envolvendo com uma pessoa muito interessante, que faria sua vida amorosa dar uma reviravolta. Afinal esta pessoa não era apenas rica, bonita e inteligente. Ela também era um homem! Pior. O sujeito parecia estar envolvido em um relacionamento com sua irmã mais velha criando um complicado triângulo amoroso. O assombro de Diego não tinha limites ao se sentir atraído por Vinícius. Afinal, até aquele momento, em seus vinte anos de vida, ele sempre se envolvera com mulheres. Vindo de uma família preconceituosa e tradicional, tudo o que ele antevia ao pensar nessa relação era um futuro cheio de sombras. Mesmo assim não conseguia se livrar de mergulhar mais e mais naquela relação. Como ele iria conseguir voltar ao conforto de sua vida de antes? Por que seu corpo dizia uma coisa enquanto sua mente clamava por outra diretamente oposta? E como poderia enfrentar seus amigos e familiares caso aquela história de amor invertido chegasse aos seus ouvidos? Acompanhe a história de Diego, um jovem ainda tentando entender como se dão os complicados relacionamentos humanos, e descubra que a vida pode ser muito diferente daquela que você imagina.


Minha Opinião:

Uma leitura deliciosa! ^^

Amor Invertido escrito por Maximiliano Souza é um desses livros que te fazem refletir sobre temas sérios e muitas vezes ajudar a modificar sua opinião sobre esses temas, aqui no caso, o preconceito não só contra gays mas também racial sofrido por outro personagem, mas de uma forma super tranquila; o autor soube tratar algo tão sério de um jeito leve e muitas vezes descontraído e engraçado sem ser leviano ou recorrer a estereótipos. O livro aborda de forma bem realista vários aspectos.

Diego, que é quem narra a história, chega a São Paulo vindo do interior do Mato Grosso do Sul para morar com a irmã mais velha que é Comissária de Bordo para estudar em uma faculdade e vê sua vida virar de cabeça para baixo ao ir trabalhar com Vinícius - um fotógrafo que é muito próximo de sua irmã e ele (Diego) desconfia de que eles tem uma relação - e se surpreende ao se sentir atraído por ele e acabar se envolvendo cada vez mais num relacionamento totalmente novo, confuso e inesperado que vai modificar tudo que ele acreditava sobre sua sexualidade e sobre si mesmo.
Pelo livro ser narrado em primeira pessoa pelo Diego, se percebe claramente os pensamentos confusos e conflitos pelos quais o personagem passa ao se descobrir tendo sentimentos e reações que nunca imaginou ser possível ter por outro homem, é possível ver a estupefação, o medo, a negação, a raiva, a tristeza, todos misturados a uma confusão devastadora e um grande sofrimento que se torna maior ao pensar não em si mesmo, mas no grande medo do que sua família, amigos e conhecidos irão pensar se alguém descobrir.

Se para o leitor, Diego é um livro aberto, Vinícius é uma incógnita.
O fotógrafo, rico, bonito, bem sucedido e um pouco mais velho, é o que se pode chamar de ponto de interrogação, pois por trás de uma cara séria e um jeito um tanto arrogante, não se consegue descobrir o que se passa na cabeça do Vinícius, além de que ele é muito determinado, quer o Diego de qualquer jeito e tem umas frases safadinhas que contrastam totalmente com seu jeito sério (o que é fascinante e cativante) e que me fizeram morrer de rir. kkkkkk

O livro é muito divertido e o Maximiliano soube dosar o humor e a temática séria e por algumas pessoas considerada polêmica de uma maneira super homogênea, tudo é super bem distribuído o que não torna o livro maçante nem dramático por ter um perfeito equilíbrio entre todas as emoções que o texto causa no leitor.
Outro ponto que cativa são as várias descrições da natureza de lugares lindos do Brasil, como Bonito no Mato Grosso do Sul e suas muitas cavernas, matas e lagos. É como se você estivesse lá com os personagens e visse toda aquela grandiosa beleza.

Eu venho "namorando" esse livro desde que descobri sua existência por acaso na internet ao fazer uma pesquisa sobre Junjou Romantica, um anime yaoi que eu adoro e esse livro foi para o topo da minha lista de desejados ao saber que foi inspirado em Junjou. Se você assiste Junjou Romantica e lê Amor Invertido você vê claramente as referências (principalmente entre o Usami/Usagui-san e o Vinícius, acho o jeito dos dois bem parecido) mas também percebe as diferenças que tornam a história única a seu próprio modo.
Acho que pelas partes sexuais não serem tão exploradas e detalhistas (apesar de não deixarem de serem hots) esse livro é perfeito para quem nunca leu nenhum livro com romance homossexual e tem um certo receio de se chocar ou estranhar mas tem vontade e curiosidade de ler.
Eu adorei e super recomendo, e fiquei super feliz em saber que vai ter continuação para resolver os tópicos que ficaram sem conclusão e perguntas que ficaram no ar, ela se chamará Casamento Invertido (oinnn! ^^), fico esperando com ansiedade e também espero poder ler futuramente outros livros do autor.

Outra resenha sobre Amor Invertido - feita pela Fabi, uma menina super simpática que eu conheci no Skoob - onde você pode ter mais informações e outra opinião sobre o livro, no blog dela, aqui.

Atualização em 21/12/2013: o livro foi relançado recentemente pela mesma editora (a MODO) mas pelo novo selo que foi criado pela editora para a publicação de romances homoafetivos, chamado Arco-Íris, com outra capa e nova revisão, essa nova edição de Amor Invertido foi a que inaugurou o selo. Eis a nova capa abaixo:



3 comentários:

  1. Oi Rafa

    Primeira vez aqui no blog,adorei e estou seguindo!

    Eu gostei muito de Amor Invertido, um livro bem escrito que aborda temas importantes.
    Obrigada por ter colocado o link para minha resenha =D e fico feliz em saber que ela fez seu interesse pelo livro aumentar. Afinal, eu sempre recomendo os livros que gosto.

    Beijos Fabi

    http://www.escrevendoaospouquinhos.com.br
    http://fabianacardosoescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. EU SIMPLESMENTE A.MEI A SUA RESENHA RAFA!!! \O/
    Acho que vc já sabe que sou um pouco suspeita pra falar de "Amor Invertido" já que também sou fã de Junjou Romantica (meu yaoi favorito). Aliás, estava assistindo ele ontem <3
    E quando a gente ficou sabendo que teria um livro (Amor Invertido) baseado no nosso querido animê, ficamos surtadas né \^_^/
    Eu AINDA não consegui comprar o livro... a minha lista de desejados é tão grande que acabo passando um e outro na frente u_u
    Adorei saber que existe uma relação entre Usami/Usagui-san e o Vinícius! E poder ler sobre esse conflito de emoções que o Diego sente vai ser mais um dos vários motivos do por quê de eu querer ler "Amor Invertido". Sempre tive curiosidade em ler livros nesse gênero, que é (infelizmente) ainda não muito conhecido :(
    Nem preciso dizer que sua resenha ARRASOU!
    Beijos Rafa! :D

    @Drick_Ferreira

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela