Farsa inocente - Paula Marshall




Sinopse:

Para ele não havia passado... Mas nada era tão simples assim!

Thomas Dilhorne era um homem muito diferente do pai. Casara-se com a namorada de infância e criara uma vida de amor e felicidade. Mas a perda da esposa o transformou numa pessoa ainda mais severa erude.

Desesperado, o pai de Thomas o enviou a Melbourne para resolver alguns negócios que não iam bem. Porém, ele estava demorando demais para voltar, e todos começaram a se preocupar... Mal podiam imaginar que Thomas perdera a memória... e que criara uma nova vida com uma nova família na Austrália!


Minha Opinião:

Farsa inocente é o quarto livro da Dinastia Dilhorne, que como os leitores mais antigos do blog sabem, eu AMO de paixão. É composta por cinco livros (que eu saiba) e tenho todos. Inclusive já falei sobre os outros quatro aqui, aqui, aqui e aqui.

Este é o livro do Thomas o outro gêmeo, também filho de Tom Dilhorne, na verdade o mais velho. E apesar de ter o nome do pai, é completamente diferente dele, tanto fisicamente (puxou alguns traços da mãe) quanto na personalidade. Thomas é frio, distante e não demonstra seus sentimentos nem compaixão por ninguém, em realidade ele não era assim, sempre foi meio introvertido e quieto, diferentemente do resto da família, mas mesmo assim mudou muito quando sua esposa morreu. Se transformou num homem amargurado.

Acho que o título deste livro é que era para ser Tramas do destino e não o do Alan (mesmo sendo editoras diferentes que lançaram, mas enfim...), porque o que acontece com o Thomas no decorrer da história é pura ironia do destino, ele acaba se transformando naquilo que ele mais desprezava, depois da sua perda de memória. É uma bela lição que a vida o ensina, chega a ser poético rs.
Adoro esse tipo de reviravolta.
Thomas ou Fred (nome adotado por ele quando perde a memória) são verdadeiros opostos, ele assume uma vida completamente diferente, bem mais humilde, cercado de pessoas humildes, num ambiente em que Thomas Dilhorne JAMAIS pisaria. E durante essa nova vida, ele vai aprender o que realmente é valioso e vai redescobrir o valor de coisas as quais nunca deu a devida importância.

Os momentos finais do livro são o melhor na história, o ápice é o momento da recuperação da memória e o reencontro. O final é muito lindinho, compensa o fato do romance só acontecer quase nas últimas páginas.
Tom e Hester, os pais do Thomas, tem mais destaque neste livro, principalmente o Tom. O que me deixou bem feliz, porque eu simplesmente ADORO o Tom, acho que ele é a essência da série, o melhor personagem e apesar do tempo ter passado, continua sagaz como sempre.
Mega recomendo Farsa inocente, tanto quanto os outros da série!
Dinastia Dilhorne = ♥
Bjs

4 comentários:

  1. Eu amo essa série tbm, e esse livro está entre os meus favoritos, amei sua visão sobre o livro.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada de banca... Parecem todos legais, mas sei lá -q

    xx
    Ana

    ResponderExcluir
  3. nosssa que maravilha nau acredito ke essa serie continua eu estou lendo o casamento de hester e ele é simplesmente maravilhoso pena ke nau é meu kkk adorei adorei concerteza vou proucurar ler os 'outros'...

    bjkass


    de Jéssikinha...

    ResponderExcluir

  4. Ainda não li os outros mas "o casamento de Hester" é muito bom me apaixonei pelo Tom ele é intenso e sabe reconhecer que caiu de quatro por
    Hester; ela também é bem corajosa enfim amei o livro...

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela