Jardim de Inverno - Kristin Hannah




Sinopse:

Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.
“Difícil não rir um tanto e chorar ainda mais com a história de mãe e filhas que se descobrem no último momento.” – Publishers Weekly
A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrado congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais. A obsessão de Nina por descobrir a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.


Minha Opinião:

Uma história lindíssima até a última palavra!

Jardim de Inverno, de Kristin Hannah, é um livro tocante que mexe com as emoções do leitor e desperta os sentimentos mais variados possíveis; amor, angústia, medo, admiração, tristeza, alegria, consternação, carinho e etc.

Não tem como você não se emocionar em pelo menos um momento da história, não se envolver com os problemas das personagens Meredith e Nina principalmente os problemas familiares que elas enfrentam, sendo a origem deles o fato delas não entenderem por qual razão a mãe delas aparenta não amá-las e se importar com elas e, mais que tudo, não tem como não mergulhar de cabeça na história de vida e amor da Anya, a mãe delas, e descobrir como o sofrimento muda as pessoas e que para sobreviver e proteger aqueles que amamos o ser humano é capaz de tudo e de, por amor, como uma plantinha que nasce no terreno mais inóspito, sermos capazes de tirarmos forças e coragem dos recantos mais impossíveis, nos quais nós achamos que não tínhamos mais nada, do coração.

Mesmo tendo terminado de ler esse livro já tem alguns dias, ainda me encontro sem palavras para descrever tudo o que senti, aprendi, e por que não dizer, vivenciei, sim porque foi uma experiência tão real, a escrita de Kristin Hannah (de quem ainda não tinha lido nenhum livro) é tão forte, palpável e intensa emocionalmente que eu não acho errado ou exagero usar essa palavra, foi uma verdadeira vivência literária, chamemos assim.
Anya é uma personagem que num primeiro momento (ou melhor dizendo, no livro quase todo) se mostra fria, distante, incapaz de demonstrar sentimentos pelas filhas, uma verdadeira pedra de gelo, por isso ir descobrindo junto com a Nina e a Meredith aos poucos a verdadeira história de vida dela e seus motivos para ter se transformado nessa pessoa tão inalcançável é algo simplesmente mágico, fascinante e quando toda a verdade é revelada você já está com os nervos à flor da pele, o que torna o desfecho tão impactante e emocionante.

É fundamental não entrar muito em detalhes sobre como tudo isso ocorre para não estragar a magia e o primeiro impacto causados pela leitura mas posso dizer: se você gosta de personagens complexos, dilemas familiares, tramas que envolvem uma das Grandes Guerras Mundiais e histórias em que o amor, todos os tipos de amor não só o amor romântico como também o amor entre mães/pais e filhos(as) é capaz de total abnegação e de mover montanhas, você vai adorar esse livro e, como eu, pensar sobre a vida e se emocionar, rir e chorar em vários momentos da leitura. Entrou para a minha categoria de "livros inesquecíveis", totalmente maravilhoso!


2 comentários:

  1. Esse livro é lindo demais, tem de tudo e com tamanha intensidade, foi complicado quando resenhei para evitar contar sobre o enredo.
    Amei demais a escrita da autora.

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela