Questiovista com Ana Paul




Dados pessoais básicos:

Nome: Ana Carolina de Barros Lima Paul

Idade: 14 anos, 15 em 14/06/2010

Que dia é e que horas são quando está respondendo estas perguntas? Dia 26 de fevereiro de 2010, sexta-feira. Às 20:31

Possue blog(s) e/ou site(s)? Quais?

Hmmm são muitos! Colocarei só os principais, rs
http://anapaulofficial.blogspot.com
http://twitter.com/AnaCPaul
http://www.skoob.com.br/usuario/mostrar/22461

Outros endereços na net?

Hm, tenho muitos, mas seria demais pra colocar aqui. Se alguém precisar mesmo entrar em contato comigo pode usar esse e-mail: anapaul95@gmail.com

Livros escritos: Made In America

Quem escreve geralmente lê bastante, então quais são seus escritores favoritos? E quais deles são referência para você e lhe influenciam de alguma maneira?

Minha escritora favorita de todos os tempos, com certeza é Meg Cabot. Apesar de ter sido com a J.K. Rowlling que eu aprendi a gostar de ler, foi com a Meg que eu decidi meu futuro. O jeito dela escrever, as ironias... Tudo me fez querer viver naquele mundo também, foi aí que falei "Quero ser escritora!"

O que está lendo no momento?

Agora estou lendo Jonathan Strange & Mr. Norrell, da genial Susanna Clarke. É um livro que fala sobre a volta da magia na Inglaterra no início dos anos 1800. Clarke tem um vocabulário incrível que faz a gente não conseguir ficar sem prestar atenção, senão nos perdemos! Estou adorando o livro apesar de estar no comecinho.

Recomende outros escritores nacionais:

Óbviamente, eu (brincadeira, rsrs). Sugiro Thalita Rebouças, Nazarethe Fonseca... Enderson Rafael, Sanna Lavínia, Vanessa Orgélio... (Os três últimos são menos conhecidos, porém escrevem incrivelmente bem pelo que já vi. Fora que são meus amigos, então super recomendados!!)

Dicas para quem quer escrever um livro:

Corra atrás! Simplesmente, corra atrás! Se você já sabe que quer escrever um livro, sabe que ele não vai ser escrito sozinho! Portanto arrume tempo, uma boa história, um computador e um documento do Word em branco e comece o mais rápido possível. Não tenha pressa no decorrer da história, avalie bem os fatos e pense em absolutamente todos os detalhes. Não é fácil escrever um livro, eu que o diga, mas quem quer consegue. Quer dizer, por que não?


Sobre "Made In America":





* Conte um pouco como surgiu a idéia da estória.

Hmm. Bem, um dia eu estava na internet (pra variar) e pensando em várias histórias que eu poderia escrever (era uma época muito boa, eu estava tendo ideias loucamente!). Então comecei a pensar nos fatores principais... Uma garota, claro. Complicações familiares... Então de repente me veio uma luz na cabeça e minha própria vontade de fazer uma determianda coisa me levou ao outro rumo da história: os Estados Unidos. Eu sempre tive uma vontade de ir pra lá, conhecer, ver como as pessoas são... E no fim eu comecei a acrescentar mais detalhes: um meio-irmão chato, uma mãe zangada, um histórico não muito limpo, um padasto desencanado... Então apareceu o MIA!

* Quando surgiu a idéia você já sabia que ia ser um livro ou a princípio achou que teria outro formato, como de um conto por exemplo?

Não, eu já decidira desde o primeiro momento que aquilo dava um bom livro. Um livro daqueles no estilo de um filminho viciante americano que passa na Sessão da Tarde toda semana... E acho que eu consegui o que queria porque já ouvi algumas opiniões que diziam exatamente isso!

*Quando começou a escrevê-lo e quando terminou? (Datas)

Não sei exatamente, escrevi no primeiro semestre de 2009, comecei pouco antes de conhecer minha melhor amiga, a Sanna Lavínia (Vinha).

* Qual foi a reação da sua família, quando você disse que ia escrever um livro?

Eles foram tão legais comigo. Minha mãe foi super legal, me deu a maior força. Meu pai, nessa época, estava viajando à trabalho no exterior então foi meio complicado de ele acompanhar tudo. Mas ele sempre gostou da ideia.

* Por que "Made In America"?

*segura o riso* Hehe, bem, à princípio eu ia chamar de Made In Brazil (Fabricado no Brasil), mas então achei que ficava meio idiota o nome; então mudei para Made In America. Do continente americano, não simplesmente da America do Norte porque, inclusive, a personagem é sul-americana.

*Na sua opinião qual é o personagem mais cativante e o mais complexo do livro? E por quê?

Acho que Chuck, o meio-irmão da Charlotte. Ele fica muito abalado com a vinda dela, ele é egoísta por natureza e a ideia de ter que dividir a família e a casa com uma "intrusa" era meio repulsiva para ele. No fim das contas, Chuck se vê ainda mais confuso porque começa a gostar da meio-irmã, o que é completamente contra os princípios que ele impôs a si mesmo.

* Fale sobre a capa do livro. O que é e o que representa para você e para a estória.

Olha, houve muita controvérsia interna sobre a capa desse livro! Eu que a fiz e comecei quando já estava na metade da história... Fiz várias, sem ficar satisfeita com nenhuma. Então, mais tarde, baixei um photoshop simplesinho e útil que me ajudou. Acabei fazendo uma mistura de uma foto antiga que eu mesma tirei (o tênis, que indica mais uma adolescência) e outra peguei da internet mesmo, do bendito google (a cidade, que representa... bem, a mudança de cidade).



Sobre música:

* "Made In America" tem trilha sonora? Qual?

*risos* Bem, há tempos eu tento fazer uma trilha sonora para ele, mas nunca dá muito certo! Eu não consigo cronometrar os momentos certos para quais músicas e acabei desistindo. A única música que acho que tem tudo a ver com o livro é Party in U.S.A. (Miley Cyrus).

* Você escreve ouvindo música? Se SIM, o que você ouve?

Ouço, apesar de às vezes a música atrapalhar um pouco minha concentração ao escrever uma cena. Tenho que desligar de vez em quando. Ouço muito músicas que me comovam e deixem-me sentindo o mesmo que meu personagem (é, como minha amiga, a Vinha, que fez a questiovista dela há algum tempo, rsrs). Porque é realmente mais fácil retratar o que o seu personagem sente quando você sente também.

* Você acha que as músicas que você está ouvindo no momento, influenciam de alguma maneira na estória?

Sim, é exatamente o que eu acabei de dizer: quando eu sinto, é mais fácil transmitir.

* O que toca no seu MP3/4/5?

Eu não me dou muito bem com aparelhos eletrônicos! Dois dos meus mp4s já morreram! Desde então ouço no meu celular mesmo. Por enquanto, como eu preciso de um cartão de memória maior, só tem All Time Low, Avril Lavigne, No Doubt, Paramore e Attack! Attack!. Ainda quero colocar 3 Doors Down e Muse!



Sobre o futuro:

*Já tem planos para algum outro livro?

Tenho sim, embora no momento eu esteja tanto lendo quanto escrevendo pouco graças à escola...


*Outros projetos literários?

Um dia ainda pretendo escrever um livro de contos, embora as pessoas não curtam muito. Histórias pequenas são tão boas quanto grandes! Mas por enquanto só posto meus contos no meu blog de vez em quando.

* Pensa em fazer uma continuação de "Made in America"?

Hm, já pensei muito em fazer, mas concluo que se tiver que fazer, vai ser só se os leitores quiserem. Não vou continuar uma coisa que as pessoas não vão ler.

*Outro projetos futuros na net ou fora dela?

Na net, claro, expandir minha opinião e me tornar um pouquinho mais conhecida (pelo menos entre os blogs!). Quero conseguir mais seguidores para o Uma Casinha no Meio do Nada e conseguir algumas parcerias. Ninguém me respondeu até agora embora tenha mandado e-mails para uma dúzia de editoras :(
Fora da net simplesmente quero não fazer uma festa de quinze anos... Terminar os estudos, ficar um ano parada e então entrar para a faculdade de jornalismo, é nisso que eu mais penso ultimamente.

* Qual seu grande sonho para o futuro?

Hmm, bem, além de entrar para a faculdade (*-*) quero muuito ver de novo minha BFF, a Vinha e conhecer minha outra melhor amiga, a Lívia Lopes (Lily). Elas são muito importantes pra mim e eu ainda quero que um dia tenhamos muito e muito tempo para ficarmos juntas... Nos dizemos as Três Mosqueteiras - e o Bolinho de Arroz, rsrs.



Ana, muito obrigada por aceitar participar desse projeto que eu tanto gosto.
Você é uma das pessoas mais legais que a internet me favoreceu conhecer.
Sucesso para você com o livro e em tudo sempre!
Bjs pra você!

Espero que tenham curtido, em breve tem mais.
Aguardem. ^^
Bjs

6 comentários:

  1. Oowh Rafa, eu que agradeço, vc também é super-hiper legal! :**
    xoxo, fofa!
    Ana

    ResponderExcluir
  2. AAAAAH!!!! Best!
    Vc merece muito, mon amour, mandou muito bem!! Aliás, quando vc não manda? '-'

    Parabéns Caah e Rafa!

    xoxo ;*
    Vinha.

    ResponderExcluir
  3. Oii,
    Vi que você está participando da promoção "A esperança tem muitas faces" no blog da Juh e gostaria de te convidar para participar da mesma promoção "A esperança tem muitas faces" que está acontecendo no meu blog.
    Meu blog é Uma Janela Secreta, espero que goste!
    O link da promoção é:
    http://umajanelasecreta.blogspot.com/2010/02/promocao-esperanca-tem-muitas-faces.html


    Obrigada!
    Beijos! Cel =D
    P.S-> Gostei do seu blog, estou te seguindo ^.^

    ResponderExcluir
  4. Adorei o blog...parabens

    vou deixar uma dica de leitura...


    DICA.....Livro A Ordem é Amém de John Chelh, eu acabei de ler e achei incrivel espero que gostem!


    sinopse:
    Joseph Sulivam , um antigo corretor de imovéis , encontra na igreja a saída para seus problemas financeiros,e nessa nova trajetória , se torna pastor de mais uma igreja evangélica.Depara com situações que o levam a caminhos contrários da verdade , enganando os fiéis , e aumentando o seu patrimônio pessoal , mas DEUS tem planos para reverter essa situação.

    ele esta no site:

    www.seteseveneditora.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amei a entrevista! Ficou ótima! :)

    ResponderExcluir
  6. Adorei a questiovista! Muito legal sua idéia de trazer escritores nacionais.

    Bjos

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela