Diga que me quer! - Cindi Myers



Sinopse:

À procura do sr. Perfeito... agora!

Joni Montgomery precisa de um homem que finja ser seu namorado por tempo suficiente para persuadir certos membros da sua família a desistir daquela obsessão por casamento. Carter Sullivan é alto e lindo e aceita o plano. Perfeito! E ele é também tentador demais para Joni conseguir resistir... Mas alguns dias entre os lençóis só tornará a farsa mais convincente, não?

Carter acredita em amor à primeira vista.
E quando ele conhece a linda e sexy Joni, apaixona-se imediata e profundamente. Pena que ela insista em dizer que o relacionamento é temporário. Depois de alguns abraços calorosos, ele se convence de que Joni sente o mesmo por ele... embora se recuse a admitir. Muito bem. A solução é envolver seus sentidos até que ela confesse que também o quer!


Minha Opinião:


Livro fofo.
Para momentos em quer fugir de uma leitura densa e se deixar relaxar lendo algo leve e divertido.
A capa parece bem com o primeiro encontro deles, os modelos, roupas e cenário de fundo. Muito bem escolhida!
Não sei ao certo o que mais me cativou nesse livro, se foi sua escrita leve e bem humorada, a forma em que aborda o receio que algumas pessoas têm de se envolver em uma relação séria por medo de sofrer e/ou se decepcionar no futuro ou o lado romântico ao extremo que me fez suspirar à vontade rs.

Joni não acredita no destino, para ela nós é quem fazemos a nossa história. Possue uma fachada pragmática quanto aos homens que esconde (ou tenta), por causa de um profundo medo de sofrer.
E por esse motivo, não quer se envolver com homens que julga terem profissões perigosas e que se estes se arriscam é porque querem e gostam e que são: "viciados em adrenalina". Mas a Joni vai ter essa perspectiva totalmente abalada quando conhece o Carter.

Carter Sullivan é um policial dedicado que ama sua profissão e quer fazer a diferença, mas se sente muito só e é um romântico inveterado, que quando conhece a Joni tem certeza de que foi obra do destino e que foram feitos um para o outro. Mas enquanto se apaixona tenta mostrar à ela que a vida é feita de riscos e que quando se corre esses riscos, o amor fica mais forte e é mais valioso e importante que tudo.

Livro doce, engraçadinho e leve.
Daria uma excelente comédia romântica.

E pra encerrar vou usar uma frase da filosofia que acho que sintetiza bem o livro: Carpe Diem!
Bjs

3 comentários:

  1. Oiê!
    Então..vocês meninas estão me deixando mal acostumada...kkkk
    Estou com uma pilha de romances de banca p/ ler, e pelo jeito ela vai aumentar.
    Adoro ler um romance leve após um livro denso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. hehe...fofo, né? Aposto que tem pitadinhas..hehehe! Tá, você venceu..rsrs!! Ótima resenhaa! =***

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela