Fogo - Maya Banks




Sinopse:

Ash, Jace e Gabe: três dos homens mais ricos e poderosos do país. Eles estão acostumados a conseguir tudo o que querem. Absolutamente tudo. O que Ash procura é uma mulher que mude o que ele sabe sobre desejo e dominação. Quando se trata de sexo, Ash McIntyre sempre explorou seu lado mais selvagem – extremo e sem compromisso. Ele exige estar no controle. E prefere mulheres que queiram as coisas desse jeito. Inclusive as que ele dividiu com seu melhor amigo, Jace. Mas Jace está envolvido com uma mulher que não pretende dividir. E até mesmo Gabe está em um relacionamento no qual tem tudo de que precisa, deixando Ash com uma sensação de cansaço e vazio. É então que Ash conhece Josie, uma mulher que aparenta ser imune aos seus encantos e à sua riqueza. Intrigado, ele dá início a uma perseguição implacável, determinado a não deixar que ela seja a primeira a escapar. Ele jamais poderia imaginar que a primeira mulher a lhe dizer “não” seria também a única a levá-lo aos limites do desejo.


Minha Opinião:

Fogo é o terceiro e último livro da trilogia Breathless pela escritora Maya Banks, a série narra como os três amigos Ash, Gabe e Jace encontram cada um a mulher de sua vida e como cada casal enfrenta vários tipos de problemas para poderem enfim serem felizes juntos. Você pode ler a resenha de Obsessão, o primeiro volume, aqui, e de Delírio, o segundo volume, aqui.

Este livro conta a história de Ash e Josie, que se conhecem em um dia casualmente e esse encontro fará com que as suas vidas mudem e eles aprendam o que é o verdadeiro amor e que ele pode vencer até as mais perigosas e traumáticas adversidades.

Ash era o último dos amigos que faltava se apaixonar e ele não conseguia entender várias das atitudes de seus melhores amigos, Jace e Gabe, e como eles poderiam ter ficado tão possessivos de repente e cada um ter caído de cabeça numa relação de forma tão rápida e avassaladora. O lema de sua vida era curtir pra valer sem compromisso, até conhecer Josie e se achar repentinamente na mesma situação que os seus amigos; louco por uma mulher e só querê-la, sem ligar para mais nada.

Ash também enfrenta problemas com sua família cujos membros nunca foram de confiança, pessoas ambiciosas, interesseiras, inescrupulosas, egoístas e etc, e isso além de ferir Ash - mesmo que ele negue - atrapalha sua vida e causa muitos outros problemas e preocupações, por isso que eu achei, durante os outros livros, que ele tinha o potencial de ser o personagem mais complexo, com uma trama mais elaborada, mais aprofundada e na verdade, o que aconteceu não foi tanto isso; a trama teve sim suas dificuldades e a família do Ash realmente não presta, tirando a irmã, mas eu esperava mais conflitos, mais drama, brigas e que a família fosse a vilã da história causando discórdias, mas não foi tão bem assim, não foi tão intenso e emocionante/revoltante quanto eu achei que seria. Os trechos com a família - os pais do Ash na verdade - deixaram um pouco a desejar e achei que faltou mais emoção. Mas também teve outros acontecimentos inesperados com o desfecho de uma trama que tinha começado no primeiro livro e que foi uma surpresa porque eu achava que já tinha sido solucionada mas que analisando agora posso ver que realmente tinha ficado no ar, e agora teve realmente seu ponto final. Então, a surpresa desses novos acontecimentos perto da reta final do livro compensou a tal falta de emoção e tornou as coisas agitadas quando eu já achava que não tinha mais nada para acontecer, algo que é uma das características dessa série, além dos finais felizes fofos e divertidos que também sempre ocorrem; quando está quase tudo se resolvendo acontece algo que mexe com a trama e dá um novo gás e novas emoções na reta final. Maya sempre surpreendendo e tornando a leitura interessante mesmo que você não curta particularmente o tema majoritariamente abordado em tal livro.

Tenho uma opinião parecida desse livro com os outros dois mas achei esse um pouquinho mais leve na parte de BDSM, o que pra mim é lucro rs, mas Ash é tão intenso quanto os outros, apesar de seu jeito relaxado e brincalhão dos outros livros nesse ele mostra que isso é só uma máscara e que ele não perde para o Gabe e para o Jace em matéria de intensidade e força.

Terminei a trilogia com essa conclusão: é uma série hot com várias surpresas durante seu transcorrer e com dramas e personagens com várias facetas como a Maya Banks sempre tão competentemente cria e mesmo que você não goste das temáticas de BDSM e de Ménage, como é o meu caso, consegue passar por cima disso e achar algo de interessante na história ou pelo menos ficar curiosa o suficiente para querer saber como termina, e isso, a meu ver, já torna a trama boa, não ótima nem excelente mas boa. É uma boa opção para quem gosta de livros eróticos e principalmente de mocinhos possessivos e dos temas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela