Memórias póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

Essa não é a capa do meu livro, mas tá valendo! kkkk


Sinopse:
(nem essa é a sinopse do meu livro, mas também tá valendo. rsrs)

É após a morte que Brás Cubas decide narrar suas memórias. Nesta condição, nada pode suavizar seu ponto de vista irônico e mordaz sobre uma sociedade em que as instituições se baseiam na hipocrisia. O casamento, o adultério, os comportamentos individuais e sociais não escapam à sua visão aguda e implacável, nesta obra fundamental de Machado de Assis.

Minha Opinião:

Memórias Póstumas de Brás Cubas é o livro de Machado de Assis que iniciou o gênero literário Realismo no Brasil e é, sem dúvida, um dos seus livros mais conhecidos no Brasil e pelo mundo afora.

Para ser bastante sincera, antes de ler este livro eu já tinha ouvido vários comentários contraditórios sobre ele, alguns bons, dizendo que acharam-no bem criativo e inusitado, até revolucionário e vários mais que disseram que acharam o livro super chato e "sem pé nem cabeça", (é, eu sei, mas opinião é opinião, cada um tem a sua e eu respeito isso). Aí eu fiquei super curiosa e sem saber o que pensar e resolvi que iria ler o livro, depois de um tempo apareceu a oportunidade de comprá-lo e lê-lo, e finalmente consegui formar minha opinião, que foi totalmente diferente da maioria das que eu ouvi.

Gostei bastante do livro e não achei nem um pouco enfadonho, muito pelo contrário; me diverti a beça com as ironias, teorias, verdades e rabugices do Brás Cubas. Li o livro super rapidamente e não travei em nenhum momento (coisa que já aconteceu em alguns outros clássicos). Além da narrativa ser de uma genialidade criativa incrivelmente única e diferente e com um tipo de humor negro autodepreciativo e autocrítico super presente mesmo nos momentos mais melancólicos e estapafúrdios, outra coisa que eu gostei muito, é que os capítulos são bem curtos; não tem como você nem chegar a pensar em ficar entediado (se é que isso possível).

Eu apreciei muito a leitura, agora quero ler Quincas Borba, outro livro do autor, fiquei curiosa porque o personagem aparece bastante em Memórias póstumas... e eu quero conhecer mais a fundo a história do personagem.

"Memórias Póstumas" é um ótimo livro e além de tudo, me ensinou uma bela lição: não fique com receio de ler determinado livro, por causa de opiniões alheias ou críticas negativas. leia a história primeiro antes de formar qualquer tipo de parecer, mesmo a mais leve opinião, afinal de contas, cada pessoa pensa e vê as coisas de um jeito diferente e opiniões são naturalmente diferentes e muitas vezes divergentes, mesmo no mínimo aspecto. Arrisque-se. Quem sabe a experiência não vale a pena e você descobre um livro e/ou autor maravilhoso e vira fã, hein? ;)

Você pode ler minhas resenhas sobre as outras obras de Machado de Assis clicando aqui.

2 comentários:

  1. Oi Rafaela,
    eu adoro este livro. é o meu preferido do autor, mas de algum jeito, eu acho que a gente não deve ser forçado a ler um livro como este, pq daí gera os comentários de gente q não achou tão legal assim.
    "Aos vermes que primeiro roeram as frias carnes do meu cadáver, dedico com saudosa lembrança essas memórias póstumas".
    Adorei o post

    ResponderExcluir
  2. @Aline Maziero concordo totalmente, é acho que em grande parte é por isso que ouvi críticas tão negativas, pq acho que grande parte dessas pessoas foram meio que forçadas a ler, no colégio e pro vestibular. O livro é tanto quanto intenso e algumas vezes pessimista em alguns sentidos, a pessoa tem que ler pq ficou curiosa ou sentiu vontade de conhecer e não por obrigação. :d

    Super bjs

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela