O dote espanhol - Candace Camp - (Maratona de Banca)




Sinopse:

ERA IMPOSSÍVEL RECUAR DIANTE DA SITUAÇÃO... ERA PRECISO RECUAR DIANTE DAQUELE HOMEM!

Inglaterra, século 19.

Segundo a lenda, trata-se de uma fortuna em moedas de ouro, jóias e peças antigas. E, até mesmo, um leopardo feito de ouro, com olhos de esmeraldas e uma coleira de rubis.

O dote espanhol... perdido. Por causa de uma mulher. No final do século dezessete, “Black Maggie” Verrere ficou noiva de sir Edric Neville, em um esforço para unir as duas famílias. Porém, ela fugiu para a América com outro homem! E o dote desapareceu. As duas famílias, Verrere e Neville, odeiam-se desde então.

Agora, cento e cinqüenta anos depois, uma outra mulher da família Verrere está interessada no dote. Encontrá-lo é a única esperança de Cassandra Verrere em proporcionar um futuro para seus irmãos mais novos. E para si mesma. Infelizmente, ela precisa da ajuda de um Neville. Mas, confiar em um Neville? Impensável!


Minha Opinião:

Primeiro livro da Maratona de Banca 2013 e do mês de Abril com o tema: Livro da autora Candace Camp.

Geralmente adoro os livros da Candace mas deixa eu dizer uma coisa: Eita livrinho difícil de terminar! D:

Eu explico: escolhi esse livro porque na hora em que estava fazendo minha listinha da Maratona optei por colocar livros das autoras consagradas da lista da Maratona que ainda não havia lido e queria que fossem antigos (de preferência), então da Candace acabei escolhendo esse O dote espanhol pois achei a premissa interessante e preenchia os meus requisitos. Mas na hora da leitura... nossa como foi difícil ler esse livro!
Pensei que toda a parte do ódio entre as famílias seria mais interessante, mais forte, mas que nada! Tudo bem, existia o ódio (que estava mais pra uma implicância e rivalidade sem cabimento) e tal, mas não achei que foi isso tudo, na verdade, essas indisposições entre as famílias já haviam acontecido há tanto tempo, tantos séculos, que no final nem fazia mais tanta diferença entre as partes, todos os motivos foram se perdendo com o tempo e só restou uma implicânciazinha insignificante, que nem tinha mais graça. Cadê todo o confronto? Todo o conflito que a sinopse e o começo do livro dão a entender? Aff, foi frustrante perceber isso durante a leitura e a partir daí tudo foi perdendo a graça pra mim. =/

Outra coisa que eu não gostei no livro foi a chatice da mocinha, a Cassandra. Aff, que mulher chataaaaaa!
Tive sérias vontades de entrar no livro e dá uns tapas nela pra ver se ela enxergava o óbvio! ¬¬
O pior é que a autora frisava tanto durante o livro todo o quanto ela era inteligente e perspicaz tanto através dela quanto dos outros personagens ficarem enfatizando isso e não via o que estava embaixo do nariz dela; os sentimentos do Philip, e ainda acreditava nas mentiras da tia megera que ela sabia muito bem que tinha interesses próprios em os ver separados!!!! Ai, Senhor dai-me paciência para aguentar tanta tapadice! #revoltei
Mas o pior sem dúvidas e o que mais me irritou, foram as desconfianças dela com o Philip o tempo todo. Tudo bem, eles eram de famílias inimigas e tal mas o homem provou por meio de ações sucessivamente que ele não era uma má pessoa e a infeliz ainda assim duvidou do homem o livro inteiro!!!! Parecia que quanto mais ele fazia coisas boas, mais ela arrumava motivos para duvidar dele!!!! Até essa hora eu já estava no limite da minha compreensão e paciência!

Por isso foi tão difícil ler e (principalmente) terminar a leitura desse livro. Não sei se foi um mau momento ou o quê mas tirando a parte do finalzinho do suspense do tesouro e revelação da identidade do ladrão e do atacante, que foi legal, e algumas outras cenas engraçadinhas que foram o que salvou o livro, achei ele bem esquecível. É péssimo quando a gente não gosta de um ou de ambos os protagonistas, né? Tira muitos pontos do livro.
Mas isso, é claro, é subjetivo, e vai de cada um. Eu não gostei, mas pode ser que você goste ou ame o livro, Candace é uma escritora talentosíssima e tem muitos romances, vale a pena dar uma oportunidade para esse e outros livros da autora.

2 comentários:

  1. Caramba rafaela, esse é osso duro de ler.
    Cansei só de imaginar essa chove e não molha. Garotinha burra. Eu fiquei com dó do Philip.
    Espero que a próxima leitura seja melhor.

    ResponderExcluir
  2. Faz tempo que eu li esse livro, mas me lembro de tambem ter achado um porre!! Pois é... nem todos os livros da CC são bons, tem uns bem mais ou menos no meio também.

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela