Amante a que preço? - Anne Oliver




Sinopse:

Um acordo que ela não pode recusar... E um bebê que não foi planejado!

Mariel jamais esqueceu Dane Huntington, tampouco como fora cruelmente rejeitada por ele. Mas após alguns anos, ainda existe uma química entre os dois, e Dane se utiliza desta vantagem para fazer uma proposta diabólica e irresistível. Ele faria um investimento na empresa que Mariel quer abrir, e, em contrapartida, ela deveria distrair os paparazzi se fazendo passar por mais uma de suas amantes! Para Mariel, essa é a grande oportunidade de unir prazer e negócios. Porém, o homem mais perigoso e atraente que já conhecera também é o pai do bebê que está esperando...


Minha Opinião:

Uau, a-do-rei esse livrinho!!! *.*

Amante a que preço é bem do tipo de romance de banca contemporâneo que eu gosto; conflitos amorosos + conflitos emocionais + conflitos psicológicos + mocinho com sentimentos atormentados que não sabe o que sente ou não sabe demonstrar + mocinha que é forte, decidida e não se lamenta + situação complicadora (no caso deles, uma gravidez inesperada)+ final esclarecedor, fofo e romântico = Livro ótimo! ♥

Mariel volta de Paris para sua terra natal, a Austrália, disposta a não se envolver com mais ninguém por um bom tempo depois de uma decepção amorosa, e pronta para começar a trabalhar para valer no seu sonho de abrir sua marca de roupas masculinas, desenhadas por ela. Até que ela reencontra o lindo e bem sucedido Dane Huntington que lhe propõe um acordo que beneficiaria os dois: ele cede um local para a Mariel abrir sua loja e ela teria que só fingir que estava tendo um caso com ele para evitar que a imprensa e as fãs loucas diminuíssem a perseguição a ele desde que ele virou o Solteiro do Ano escolhido em votação por uma revista famosa, só que nenhum dos dois esperava que a atração antiga que existia entre eles ressurja mais forte que nunca e as coisas acabem fugindo do controle e mudem todos os planos anteriores.

Eu adorei o livro por vários motivos: primeiro de tudo porque a história se passa na Austrália e foge um bocado daquele cenário tradicional: Estados Unidos/Inglaterra. Não que eu não goste desses cenários, eu gosto, mas mudar de vez em quando é sempre bom, dá um certo ar de novo, e também quando a autora mostra um pouco dos locais ou costumes do país, a gente sempre acaba aprendendo alguma coisa, é ótimo!
Outro fator que me fez gostar muito do livro, fora a premissa, é o fato da Mariel não ser chorona, nem ficar se lamentando pelos cantos quando se descobre apaixonada pelo Dane e acha que ele não sente o mesmo, ela até chora, mas em silêncio, e não insiste muito nesse drama ou fica fazendo joguinhos, ela é muito sincera e gosta das coisas às claras, por isso ganhou muitos pontos comigo rsrs. O Dane é o terceiro e segundo maior motivo (depois da trama ser na Austrália) que me fez amar o livro, ele tem um ar sério e meio misterioso - ninguém nunca sabe o que ele está sentindo - mas apesar de ser rico e bem sucedido e ter crescido sem o apoio dos pais - que não ligavam pra ele - ele não é nem um pouco arrogante, rude ou machista, pelo contrário, é um homem determinado e maduro que sabe ser responsável quando preciso, apesar de a princípio ser um conquistador de lindas mulheres, e ganhou mil pontos comigo por isso aqui rs:

(...)
- Estou ficando cansado dessa alcunha.
- Por quê? Muitos homens a achariam fantástica.
- Não sou como muitos homens. Francamente, prefiro sair com mulheres com mais da metade do cérebro.
- Você está generalizando. Certamente nem todas as mulheres que lêem este tipo de revista são burras.
Ele levantou brevemente o braço para retribuir o sorriso.
- Garanto que você não lê a revista. (...)
Dane Huntington, Pág. 96

Ri muito com esse trecho! kkkkk O Dane tem um humor negro ótimo que rende boas risadas em alguns diálogos dele com a Mariel ou o Justin, seu sócio e amigo.

Livro MARA para os leitores do gênero e aqueles que gostam de um clichêzão divertido e sensual. Amodoro! ^^

2 comentários:

  1. Gosto desses romances. São leves, rápidos e eu procuro intercalar com as outras leituras mais pesadas. Gostei da resenha desse livro. Vou procurar na banca para comprar e ler.

    ResponderExcluir
  2. Adorável esse trecho que vc escolheu. Gosto de humor assim, não convencional, nem palhaço.

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela