O Príncipe e a Plebéia - Tuca Hassermann



Sinopse:

Sonho De Mil e Uma Noites de Verão

Para encontrar seu irmão, de quem foi separada na infância, Sarah lançara mão de certas habilidades que desenvolveu e que poucas mulheres possuem. Mas ela não imagina que está prestes a conhecer um homem... não um homem qualquer e sim um sheik de verdade... e que usará suas habilidades para salvar a vida dele num luxuoso palácio numa longínqua ilha do Oriente Médio...

Preocupado com sua irmã que fugiu do palácio, com a iminente rebelião por parte de uma facção de fanáticos religiosos em Nakabir e com os preparativos para seu casamento, a última coisa que Neyah Faraj precisava era descobrir-se apaixonado por outra mulher! Mas é impossível ignorar o desejo que sento por Sarah Baker, uma mulher linda e intrigante, disposta a correr riscos para proteger o palácio e a família dele... e a paixão irresistível que inflama seus corações!

Minha Opinião:

Este é uma delícia de se ler!
Já tinha lido duas resenhas muito positivas sobre ele e após lê-lo concordo com elas em gênero, número e grau.

Ele é um desse livros que depois que a gente lê e revê a capa ou ouve falar no nome novamente, lembra com carinho. Primeiramente porque ele é muito divertido, e segundo porque ele tem uma história que pode no começo parecer uma fórmula já batida, mas que vai se complicando, tendo pequenas reviravoltas e surpreendendo até o final, ou seja, de comum não tem nada rs.
O forte desta história são principalmente os personagens, que são muito legais, interessantíssimos. Principalmente a "plebéia" do título do livro,a mocinha Sarah, quer dizer, não sei se esse seria o título mais apropriado para ela, porque ela tem um comportamento bem duvidoso para uma mocinha rsrs, a começar pela sua profissão: ladra profissional
Agora imagine o rebu (nossa que expressão velha! o.O mas não consegui pensar em uma palavra mais perfeita pra definir essa situação rsrsrs) que vai dar quando se mistura uma ladra, totalmente independent woman, um príncipe herdeiro do trono de um país árabe, uma irmã que quer ser independente (imagina a "má influência" da mocinha rsrs) e uma turma de bandidões da pesada. Pois é, tudo isso e mais resulta nesse livro ótimo.

Livro de sheik que eu gostei muito (eeeeeeee \o/ raríssimo) e livro de banca de uma autora nacional (pra quem não acha que tem, olha aí um exemplo).
Super mega maravilhoso, capa linda também, adorei.
Agora só me resta  eu me juntar ao coro de meninas que leram e gostaram e pedir: "Por favor Tuca Hassermann escreva e publique os livros dos outros personagens coadjuvantes, que temos a forte impressão de que daria uma ótima série!"
Pedido feito. xD
É isso aí.
Mil bjs

4 comentários:

  1. Oie tudo bem?

    sua parceira meio que sumida, está de volta, lamento a falta de comentarios hahaha.

    =)

    Eu ainda não li esse livro, mas gostei da resenha, com certeza irá pra lista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Rafaela, acabo de achar seu blog, e quero dizer um muuuuito obrigada pelos elogios ao meu livro. Você é uma fofa!!! Eu bem que gostaria de dar sequência às histórias dos demais irmãos do sheik, mas não houve acordo com a editora. Porém, nada como um dia pós o outro, não é? Tenho outro livro que não é de banca: "Um brinde aos que vão morrer". Amei escrevê-lo; quem sabe vc gosta desse também? Beijão, minha querida! Tuca Hassermann.

    ResponderExcluir
  3. Nossa que legal eu penso a msm coisa do livro, tanto que eu li ele no começo do ano passado e procurei de novo pra relembrar!!! A autora esta de parabéns!!!:n :q :g

    ResponderExcluir
  4. Nossa que legal eu penso a msm coisa do livro, tanto que eu li ele no começo do ano passado e procurei de novo pra relembrar!!! A autora esta de parabéns!!!:n :q :g

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela