Como ser um pirata - Cressida Cowell



Sinopse:

Soluço Spantosicus Strondus III foi o mais grandioso herói já visto em todo o território viking. Ele era bravo, impetuoso e muitíssimo inteligente. Mas até mesmo os grandes heróis podem ter dificuldades no começo. Principalmente se têm como companheiro um dragãozinho teimoso e mal-educado.

Nesse novo livro arrepiante, Soluço conta mais uma aventura do inicio de sua história - quando ele ainda tinha muito o que aprender sobre como usar uma espada, sobreviver a naufrágios, escapar de dragões homicidas e desvendar os mistérios de um tesouro pirata muito bem escondido...

Aventura, ação, muito humor e ilustrações divertidíssimas: essa é a receita do sucesso de "Como Treinar o Seu Dragão", seguida à risca nesse segundo lançamento da série escrita e ilustrada pela inglesa Cressida Cowell, autora premiada de obras infantis e infantojuvenis.

Crianças, jovens e adultos que já conhecem Soluço e o dragão Banguela, seja das páginas dos livros, seja das telas de cinema, vão ficar vidrados nessa nova história.


Minha Opinião:

Esse livro é uma fofura!
Fiquei completamente encantada quando comecei a ler, com todo o cuidado, acabamento, cores, as ilustrações que conseguem o efeito (acredito que proposital) de aparentar serem desenhos feitos por uma criança, muito lindinho!
Além do encantamento, me veio um sentimento de nostalgia pelos livros que lia quando criança. Mas não foi um sentimento triste, muito pelo contrário, o saudosismo desse tipo de leitura leve, gostosa, divertida e doce, me feliz sentir muita alegria, serenidade, e me fez rir bastante.
Foram momentos de leitura bem descontraídos.

Apesar de ser uma continuação do livro Como treinar seu dragão e pertencer a série de mesmo nome, você pode ler separadamente, pois sua leitura não será prejudicada (digo isso porque o li, sem ter lido o primeiro). Claro que existe uma pequena referência, mas nada que deixe você perdido quanto a sequência de acontecimentos ou com aquela sensação de que perdeu algo.
São livros de uma série, que mesmo que tenham os mesmos personagens, não são totalmente co-dependentes. Mas mesmo assim, dá curiosidade e uma vontade louca de saber o que acontece nos outros livros, que pelas características da série, são livros de leitura muito prazerosa, que você lê sem sustos e pode colocar seus filhos/sobrinhos/netos, para lerem sem medo.

Soluço é um protagonista muito cativante, com o qual as crianças podem se identificar bastante, por sentir o que muitas delas sentem, a vontade de agradar e pertencer a um grupo. A necessidade que está presente no ser humano de ser amado e motivo de orgulho.
Banguela, o dragãozinho de Soluço, é outro show à parte, servindo de apoio a Soluço em suas aventuras (ou não rs) e é totalmente carismático e encantador.

Como ser um pirata, remete você aos tempos dos livros e contos de aventuras clássicos infanto-juvenis, um livro para pessoas dos oito aos oitenta anos, porque todo mundo já foi, é ou tem uma criança com sede de aventuras e sonhos no fundo do coração.
Cressida Cowell, fez um trabalho magnífico revivendo essas histórias e tradições, a muito esquecidas.
Recomendo. ^^
Bjs

Atualização: você pode ler a resenha que fiz de Como falar Dragonês, o terceiro livro da série clicando aqui.

3 comentários:

  1. Acho q esse eu não recebo da editora, mas é tão fofinho. *-*

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Estou com o meu em casa. Ainda não li porque quero ler o primeiro livro antes, mas logo lgo eu lerei. Estou super curiosa.
    Parabéns pela resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não sabia que este livro era a continuação de "Como treinar o seu dragão". Sinceramente, apesar de muito estar sendo falado de ambos (e também do filme), não chamou a minha atenção. É o tipo de livro que eu leria se alguém me desse pra segurar numa fila, mas não que eu vá gastar meu dinheiro comprando ou lendo por vontade própria. E olha que eu gosto de infanto-juvenis, rsrs.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela