Confissões de Inverno - Brendan Kiely




Sinopse:

À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta.

O Natal chega, e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à sua vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação cujas agonias secretas podem ser as mesmas
do próprio Aidan.

Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé. O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que é na verdade que reside a verdadeira força. E o verdadeiro amor.


Minha Opinião:

Confissões de Inverno, de Brendan Kiely, é um romance que aborda temas polêmicos e que instiga o leitor até que ele tenha que terminar de ler a última frase do último parágrafo. Cheio de momentos difíceis na narrativa e alguns bem pesados mas um livro que te deixa agarrada a ele sem que você consiga soltar.

Aidan é um garoto que está enfrentando momentos difíceis desde antes do seu pai ter abandonado a família e esse abandono foi a gota d'água num copo que já vinha quase transbordando ao longo do tempo, e quando o Natal chega, tudo vira uma espiral descendente na vida e no emocional dele que devido a vários acontecimentos seguidos o fazem mergulhar cada vez mais fundo num poço de desespero, raiva, impotência e instabilidade sem parecer ter em quem poder realmente se apoiar e confiar. Até que tudo desmorona ao seu redor.

Esse livro me surpreendeu pacas! Tipo, eu sabia que devido aos temas, (principalmente ao principal: abuso), eu provavelmente leria alguns trechos pesados/revoltantes/socos no estômago, então eu já estava meio que preparada psicologicamente para alguma cena dessa natureza, (porque nós nunca vamos estar realmente totalmente preparadas ou insensíveis a esse tipo de passagem), mas o que me surpreendeu agradavelmente foi que para um livro curto (224 páginas) ele teve várias reviravoltas que me deixar louquinha para saber o que mais ia acontecer com o pobre Aidan e os outros personagens e como cargas d'água tudo ia terminar porque o autor literalmente me deixou sem ter ideia, nem a mais mínima suspeita, de como tudo ia acabar e se o Aidan ia ter um final feliz (ou pelo menos aceitável) ou não. A medida que todos os fatos iam se desenvolvendo eu ficava cada vez mais insegura e tudo virou uma grande incógnita até realmente o finalzinho do finalzinho. Foi tenso rs, eu fiquei no limite, (aliás, o livro todo te deixa no limite - além da indignação óbvia para com toda a situação - conforme você sente todo a desesperança do Aidan), mas para mim deixou um gostinho no ar de esperança de uma jornada angustiante que valeu a pena. (Isso é algum tipo de spoiler? Não sei, se for peço desculpas porque não foi intencional, mas foi o que eu senti.)

Como diz a sinopse: é um livro que tem tormentos, sim. Mas fala sobre esperança, encontrar sua própria fortaleza e seguir em frente mesmo quando todos parecem virar as costas para você e tudo parece tão desolador e sem sentido. É um livro sobre fé, principalmente a aprender a ter fé em si mesmo e que tudo vai melhorar. Notem que eu não falei quase nada sobre o enredo, isso foi proposital, porque se eu disser um pouco que seja já posso entregar o "ouro" e isso estragaria o impacto das surpresas que vão sendo reveladas aos poucos. Então, por mais que os meus dedos estejam coçando para digitar mais sobre a história, não posso comentaaaaaar! rsrsrs =X Só que se você quiser ser surpreendido, leia esse livro, leia, leia, leia! rs Uma leitura muito marcante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela