A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan




Sinopse:

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.

Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.

Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.

Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.


Minha Opinião:

A voz do arqueiro é o quarto volume da série Signos do amor (no Brasil ele foi o primeiro a ser lançado, portanto foi considerado o primeiro, mas como a maioria dos livros são stand-alones, então no geral, esta ordem não tem muita importância, com exceção dos duetos) e conta a história de amor de Bree e Archer e como cada um, através desse sentimento novo, ajuda o outro a superar seus próprios dramas internos e adversidades externas.

O romance entre Archer e Bree é muito bonitinho, eles se conhecem e tudo acontece de uma forma bastante natural e casual. A autora soube abordar o começo e a evolução do relacionamento deles de um jeito bem tranquilo e isso faz com que a trama transcorra suavemente. Até os obstáculos que eles enfrentam me pareceram ser superados de maneira mais leve e menos traumatizante para quem lê.

Às vezes é bom ler histórias assim, principalmente quando você está com problemas e tudo o que se quer é se entreter com uma leitura bonita e com final feliz e mensagem de superação e esperança. Só achei que a vilã principal merecia uma "punição" maior. Mas o livro é muito fofinho. Só foi mais prejudicado pela época da minha vida em que eu o li, só por isso eu demorei tanto para terminar de ler, mas o livro é uma gracinha. Vale a leitura. ;)

Um comentário:

  1. eu gostei muito da trama, é bem envolvente e sou apaixonada por romances açucarados assim,então creio que por isso tenha se tornado uma leitura tão proveitosa
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, deixe seu comentário que irei adorar ler!

Não são permitidos spams ou comentários ofensivos de qualquer tipo, os últimos serão excluídos sem hesitação. Respeito todo mundo gosta, né? :)

No mais ficarei feliz em (assim que possível) responder qualquer dúvida aqui nos comentários.

Bjs,
Rafaela